quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

A DOR QUE DÓI MAIS

Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, dóem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é saudade.
Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que já morreu. Saudade de um amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade. Saudade da gente mesmo, quando se tinha mais audácia e menos cabelos brancos. Dóem essas saudades todas. 
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida. Você podia ficar na sala e ele no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o aeroporto e ele para o dentista, mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia sem vê-lo, ele o dia sem vê-la, mas sabiam-se amanhã. Mas quando o amor de um acaba, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.
Saudade é não saber. Não saber mais se ele continua se gripando no inverno. Não saber mais se ela continua clareando o cabelo. Não saber se ele ainda usa a camisa que você deu. Não saber se ela foi na consulta com o dermatologista como prometeu. Não saber se ele tem comido frango de padaria, se ela tem assistido as aulas de inglês, se ele aprendeu a entrar na Internet, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros, se ele continua fumando Carlton, se ela continua preferindo Pepsi, se ele continua sorrindo, se ela continua dançando, se ele continua pescando, se ela continua lhe amando.
Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.
Saudade é não querer saber. Não querer saber se ele está com outra, se ela está feliz, se ele está mais magro, se ela está mais bela. Saudade é nunca mais querer saber de quem se ama, e ainda assim, doer.





                              Martha Medeiros *--*

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Felicidade

' Que a felicidade não dependa do tempo, nem da paisagem, nem da sorte, nem do dinheiro.
 Que ela possa vir com toda a simplicidade de dentro para fora, de cada um para todos. 
 Que as pessoas saibam falar, calar e acima de tudo ouvir.
 Que tenham amor ou então sintam falta de não tê-lo. 
 Que tenham ideal e medo de perdê-lo.
 Que amem ao próximo e respeitem sua dor, para que tenhamos certeza de que viver vale a pena!

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

' Amor Romântico

' Se você não tem mesmo certeza se é amor o que está sentindo, não se preocupe. A melhor coisa sobre o amor é sua constante incerteza. Um dia você está seguro, sabe exatamente o que está se passando com você, então numa semana inteira de angústia, sua certeza desaparece e você não tem mais certeza de nada.
  Um dos grandes mitos que nos engana muito, é como saber quando o amor verdadeiro chega, outro, é se não sentimos aquela descarga elétrica que nos tira a respiração, então não é amor, e um terceiro, é a existência da "pessoa certa". 
           E nada disso é verdade ... 
 Namora é muito divertido e romântico, mas descobri que para muitos casais o namoro é uma fonte de angústia, por causa do medo da rejeição e da solidão.
 O mito do "Amor Romântico" é o que causa mais sofrimento, pois hoje em dia quase ninguém mostra todo o romantismo que tem dentro de si, para não se tornar "careta" e é essa expectativa do amor romântico que deixa as pessoas solitárias e inseguras. E o mais interessante é que somos nós mesmos os responsáveis pela manutenção desse mito, somos nós que damos a expectativa que o mesmo terá.
 E ninguém tinha me dito que eu passaria o tempo avaliando as diferenças que me separavam da pessoa que talvez eu estivesse amando . Ficamos todo o tempo tentando descobrir qual é a natureza do amor verdadeiro, isto machuca as pessoas e aumenta as dúvidas a respeito dos sentimentos dedicados a ela. Muita gente pensa: ... se tivesse encontrado a pessoas realmente certa, não estaria em conflito com ela o tempo todo ... 

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

' O que é amar ?

# Amar é olhar para dentro de si mesmo e dizer : eu quero é viver intesamente ! É sonhar com uma gota de realidade, é realizar uma gota de sonho. É estar presente até mesmo na ausência. Amar é ter em quem pensar. É uma razão que ninguém teria razão de tirar. É ser só de alguém e não deixar esse alguém só. É pensar nele tão auto ao ponto de você escutar. Amar é ir até a morte, é acordar para a realidade do sonho., é vencer através do silêncio. É ser feliz até com um pouco quando o muito não é o bastante. É sonhar o sonho de quem sonha com você. É sentir saudade , é chegar perto da distância. Amar é a força da razão, é a vida em versos e ao inverso !  *---*

domingo, 9 de janeiro de 2011

' Espero ...

 '  Espero um homem que me chame de linda ao invés de gostosa, que me ligue de volta quando eu desligar na cara dele, que deite embaixo das estrelas e escute as batidas do meu coração, ou que permaneça acordado só para me observar dormido. Espero pelo homem que me beije na testa, que queira me mostrar pra todo mundo sem medo do que vão falar, um homem que segure a minha mão na frente dos amigos dele, que me ache a mulher mais bonita do mundo mesmo quando eu estiver sem maquiagem e que insista em me segurar pela cintura. Aquele que me lembra constantemente o quanto ele se preocupa comigo e o quanto ele é sortudo por estar ao meu lado. Espero por aquele que esperará por mim, aquele que vire para os amigos e diga: " é ela"

' Um Grande amor

' Um grande amor é o que vem e fica pra sempre na vida da gente.
 Este amor chega como magia e acalma o coração mesmo em tempos de agonia. 
 Um grande amor  desperta em nós os desejos mais ocultos, nos  arranca os mais ardentes gemidos e prolongados suspiros.
 Um grande amor nos faz escutar os sons das mais belas melodias, ao olharmos para as estrelas e nelas vemos o sorriso deste grande amor.
 Um grande amor se perpectua no coração, despertando as mais belas inspirações , transformando em poesias tudo que sentimos na alma.
 Um grande amor quando chega fica pra sempre na nossa vida como um sentimento sagrado palpitando o coração.
 Um grande amor é por si só um amor que eleva o mais simples dos sentimentos puros e verdadeiros. 
  Um grande amor nenhuma razão pode  explicar a transformação que faz dentro de nós, que antes era só tristeza e este grande amor o transforma em pura felicidade !   ♥ ~

sábado, 8 de janeiro de 2011

A FELICIDADE REALISTA


'
De norte a sul, de leste a oeste, todo mundo quer ser feliz. Não é tarefa das mais fáceis. A princípio, bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda  mais complexos.
Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos,sarados, irresistíveis. 
Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica, a bolsa Louis Vitton e uma temporada num spa cinco estrelas.
E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando.

Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar à luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário,queremos ser felizes assim e não de outro jeito.


É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. Por que só podemos ser felizes formando um par e não como pares? Ter um parceiro constante, não é sinônimo de felicidade, a não ser que seja a felicidade de estar correspondendo a expectativas da sociedade, mas isso é outro assunto. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com parceiros, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.
Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como  um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade.
Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar. É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro oque nos mobiliza, instiga e conduz mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um game onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo.

A Morte Devagar




' Morre lentamente quem não troca de idéias, não troca de discurso, evita as próprias contradições.
Morre lentamente quem vira escravo do hábito, repetindo todos os dias o mesmo trajeto e as mesmas compras no supermercado. Quem não troca de marca, não arrisca vestir uma cor nova, não dá papo para quem não conhece.
Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru e seu parceiro diário. Muitos não podem comprar um livro ou uma entrada de cinema, mas muitos podem, e ainda assim alienam-se diante de um tubo de imagens que traz informação e entretenimento, mas que não deveria, mesmo com apenas 14 polegadas, ocupar tanto espaço em uma vida.
Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o preto no branco e os pingos nos is a um turbilhão de emoções indomáveis, justamente as que resgatam brilho nos olhos, sorrisos e soluços, coração aos tropeços, sentimentos.
Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz no trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto atrás de um sonho, quem não se permite, uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.
Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não acha graça de si mesmo.
Morre lentamente quem destrói seu amor-próprio. Pode ser depressão, que é doença séria e requer ajuda profissional. Então fenece a cada dia quem não se deixa ajudar.
Morre lentamente quem não trabalha e quem não estuda, e na maioria das vezes isso não é opção e, sim, destino: então um governo omisso pode matar lentamente uma boa parcela da população.
Morre lentamente quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da chuva incessante, desistindo de um projeto antes de iniciá-lo, não perguntando sobre um assunto que desconhece e não respondendo quando lhe indagam o que sabe. Morre muita gente lentamente, e esta é a morte mais ingrata e traiçoeira, pois quando ela se aproxima de verdade, aí já estamos muito destreinados para percorrer o pouco tempo restante. Que amanhã, portanto, demore muito para ser o nosso dia. Já que não podemos evitar um final repentino, que ao menos evitemos a morte em suaves prestações, lembrando sempre que estar vivo exige um esforço bem maior do que simplesmente respirar.

   autora  :  Martha Medeiros 

Momentos

' Existem momentos na vida que devemos fazer a escolha certa, a escolha que talvez mudará tudo de uma maneira radical, porém pode ser de grande valor.
 Existem palavras que podem ser extremamente decisivas, porém nem sempre agrada a todos.
 Existe um momento em nossas vidas que devemos escolher entre viver um grande amor ou deixa- lo  partir ... 
 Para quem vive esse momento, o único modo de saber decidir é sentindo e ouvindo o coração, pois é nele que encontramos todas as respostas para as incertezas do amoor ! RÁ, Pense nisso ! =)

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

' Traição no amor

' Hoje compreendi que nosso amor terminou. Foi como um castelo de sonhos que se desmoronasse rigorosamente. Senti que tudo que sonhamos deixou de existir, desfalecendo ante a crua realidade de um desejo ardente, alimentado fortemente através de anos a fio cruelmente desfeito pela gélida atitude de quem parte.
  Você disse adeus ... e, quando partiu, depositou uma lágrima em minha mão. Senti que não havia mais amor entre nós. Senti que todo nosso romance se acabava, e desaparecia como aquela lágrima que tombava lentamente em minha mão fria e nervosa.
  Você estava se despedindo da ventura que morou entre nós.
  Você se despedia do sonho que viveu em nossos corações. E, antes de partir, já sentia saudade de tudo aquilo que fomos, uma para o outro, Antes de partir, já sentia dentro do coração, a voz do passado falando de histórias velhas, que não morrem jamais, porque o amor sincero é duradouro, pelo menos dentro da recordação.
  Depois, você partiu para sempre. A angústia cresceu dentro do meu peito. As lágrimas rolaram pelo meu rosto. Compreendi que a unica razão de minha vida estava desfeita. Compreendi que o único motivo que alimentava meus dias de esperança estava para sempre perdido. Retornei sobre meus passos, molhando o caminho deserto com meu pranto de dor ... e sentindo sobre o coração a agonia cruel de um sonho desfeito.

' Sonhos

' Sonhos realizados ou sonhos bem sonhados ?
  Nossa riqueza é nossa vida, nunca deixe se sonhar.
  Quando a pessoa fica triste desanima, mas a felicidade não bate a nossa porta.
  Temos que buscá-la, como eu estou buscando a minha ! Quero ser feliz e pronto.
  Hoje, eu já posso dizer com toda força do meu coração: eu sou feliz ! E o mais importante é nunca desistir dos nossos sonhos.    
O que é final feliz ? É realizar tudo, até mesmo o impossível ! 
                                                                                                                    

Gostar de Alguém

' Gostar de alguém é complicado, mas nem sempre podemos controlar isso. Simplesmente acontece. O coração é bobo, quase nunca conversa com a razão.
  Depois que passa prometemos diante do espelho que jamais vamos querer passar por isto de novo e que da próxima vez será diferente ... hunf ... té parece ! 
  Quando vemos já estamos lá, com o coração na mão, pronto para entrega-lo. Mas é isso ... É isso mesmo, porque não há sensação melhor do que a de gostar de  alguém, do frio na barriga, das pernas bambas, do não saber o que fazer ou dizer quando chega perto dessa pessoa.
  Acho que mesmo quando tudo dá errado, é impagável tudo que sentimos quando estamos "enamorados", quando um simples olhar enche nosso dia de luz e alegria !